A subida do leite

Que pesadelo a subida do leite… aconteceu no dia em que regressei da maternidade e como a amamentação ainda não estava normalizada, o corpo produzia mais leite do que o necessário e eu não tinha bomba de extracção, imaginem como fiquei… até febre ganhei nessa noite…

Felizmente, no dia seguinte uma amiga salvou-me a vida e emprestou-me uma bomba de tirar leite da medela. Depois de umas toalhas quentes para amolecer o peito e com a a paciência e ajuda preciosa do marido, lá consegui extrair o leite.

Os primeiros tempos da amamentação são complicados, aconselho a todas a terem em casa já a postos as Compressas anestésicas de amamentação que podem usar quentes ou frias, vendem-se em quase todas as farmácias. As quentes para amolecer o peito e facilitar a extracção do leite, as frias para depois de amamentarem. Usei-as imenso no primeiro mês, até a amamentação regularizar. São fantásticas. Colocava sempre quentinhas, por dentro do soutien de amamentação, quando se aproximava a hora de dar de mamar e depois as frias para acalmar as dores no peito e evitar que produzisse leite a mais. Tinha sido muito mais fácil se já tivesse isto tudo em casa.

Outro conselho, para as mamãs que facilmente ficam com mamilos gretados, a medela tem mamilos de silicone que são um alívio. Hoje em dia, uso menos, mas nos primeiros meses usei sempre, aliás foi uma enfermeira que nos indicou porque a Benedita não agarrava na minha mama e com o mamilo de silicone começou a mamar lindamente. Idealmente, não devem usar mas se vos dói, melhor dar de mamar através do mamilo de silicone do que simplesmente não dar. A não ser que sejam masoquistas. É que nenhum bebé gosta de sentir a mãe com dor e acreditem, eles sentem tudo o que nós sentimos.

Podem também comprar dois colectores de leite, são uma espécie de tupperwares redondinhos e ajuda para quem tem muito leite, basta colocar por dentro do soutien de amamentação. Eu prefiro os colectores aos discos de amamentação descartáveis porque os mamilos ficam muito sensíveis ao contacto com outras superficies; com o colector o mamilo não toca em nada.

A minha médica obstetra receitou-me ainda um spray nasal de ocitocina que estimula a produção do leite no pós-parto “SYNTOCINON”, podem ou não comprar, eu comprei e usei mas não sei como teria sido se não tivesse usado, se não teria tido colostro…

Para terminar, se não têm um cadeirão com apoio de braços como é o meu caso, aconselho que coloquem um degrau ou uma caixa debaixo dos vossos pés e tenham sempre um encosto, caso contrário vão acabar debruçadas sobre o vosso bebé e depois ai ai ai as minhas costas. Na maternidade fartavam-se de me dizer, não é a mama que vai ao bebé, é o bebé que vai à mama, precisamente pelo mal que nos faz essa postura. A almofada de amamentação é um aliado precioso precisamente porque ajuda a elevar o bebé um pouco mais. A minha é da Chicco, a Boppy e ainda a uso, mas têm imensas na Bebitus bastante mais acessíveis como é caso desta da Cambrass.

Se clicarem na imagem abaixo, que retirei de um site brasileiro, têm uma breve explicação das más posturas dos pais. Esta imagem ilustra bem a posição correta e a importância de ter um apoio nas costas e de algo que eleve o bebé, pode perfeitamente ser uma almofada de anti-refluxo e matam dois coelhos com uma só cajadada.


Amamentando-o-bebê-ERRADO-e-CERTO

Espero que vos seja útil, eu gostava muito de ter lido estas e outras dicas antes de ter sido mãe, tinha-me evitado algum mau estar na primeira semana em casa… já chega o mau estar inerente a ter trazido uma criança ao mundo!

*AMG*

Como manter a Benedita entretida

Mamãs com recém-nascidos a seu cuidado exclusivo, este artigo é para vocês!

Sei bem o desafio que é acabar as tarefas depois do bebé ter dormido e mamado…  Manter um bebé tranquilo ou distraído quando já dormiu a sua sesta mas a mamã ainda não terminou o que estava a fazer, seja ela passar a ferro, estender a roupa, fazer a cama, enfim, vocês perceberam, estaríamos aqui o dia todo.

Então, além das formas óbvias que envolvem dedicação exclusiva à minha cria tais como: falar com ela, ler-lhe histórias, cantar para ela, passeá-la pela casa ao colinho, ou simplesmente sentar-me com ela no meu colo e deixá-la contemplar o que a rodeia; existem outras 3 que não me pesam na consciência porque sei que ela A D O R A.

1. Colocá-la na espreguiçadeira: Comprei uma da Babybjorn na Bebitus e ela não dorme lá mas fica sentadinha a olhar para mim e a observar tudo o que faço. Dá para colocar várias inclinações e é bom para deitá-la lá depois de mamar porque fica ligeiramente mais inclinada do que no berço evitando que bolse. Só começou a dar uso a sério a partir dos 2 meses e acredito que com o tempo vá gostando cada vez mais porque a espreguiçadeira balança com o peso e movimentos que ela faz.

babybjorn espreguiçadeira

2. Deitá-la no tapete de actividades pataditas: é da Fisher-Price e comprei na Bebitus também em promoção com desconto de quase 50%! Também usa desde os dois meses e delira completamente! Este tapete é óptimo porque tem as atividades normais com as rocas e espelho pendurados mas também tem um piano no fim do tapete que conforme ela bate com os pés dá música. É maravilhoso, porque além de estar entretida e desenvolver vários sentidos ao mesmo tempo, tem ainda a vantagem de movimentar as perninhas para bater no piano que faz com que vá libertando muitos gases! Quando começa a ficar cansada, ouço-a a rabujar com os bonecos e já sei que tenho de a deitar. É tiro e queda, fica tão cansada que nem precisa de ser embalada. Só não a coloco lá a partir das 18h para não ficar muito excitada, porque à noite ela luta mais com o sono.

pataditas fisher price

3. Deixá-la no berço com o mobile musical: adormecer a olhar para o mobile é para esquecer, pelo menos a Benedita fica excitadíssima! Contudo, é óptimo para estar entretida no berço sem que eu tenha de estar ao lado. Quando quero que durma retiro o mobile precisamente para não correr riscos! O mobile musical, também pode ser colocado no trocador para os bebés que não gostam muito de trocar a fralda. No caso da Benedita não faz muita falta porque ela adora estar no trocador a olhar para nós, não precisa de mais entretenimento!

mobile musical

Aí está, estes são os meus truques para entreter a minha bebé e conseguir mais algum tempo livre fora das sestas dela! Existe ainda o sling, que permite andar com o bebé encostadinho ao peito e ter as mãos livres para tratar da lida da casa, mas no meu caso infelizmente nunca me ajeitei com ele…

Mais alguma mamã quer partilhar as suas dicas?

*AMG*